Sábado, 31 de março de 2018

O que sobra quando retiramos de um volume de espaço toda a matéria?


Um dos sistemas de pensamento sobre a natureza que mais influenciou nossa civilização vem dos gregos. Nele afirma-se que estamos imersos num universo preenchido pela matéria e que ela possui, pelo menos, uma propriedade: a extensão.

Deste modo, o espaço que percebo a minha volta é devido a existência, fora de mim, da sala em que escrevo este texto e, em volta dela, do apartamento em que me encontro e, em volta deste, do prédio onde moro, dos prédios vizinhos, etc.

Como é sabido, no modelo cosmológico de Aristóteles temos, em volta do centro do universo, o mundo terrestre e em seguida, dispostos como camadas de uma cebola, a atmosfera, o éther (com os planetas) e, como a última camada, a esfera das ...

Continue lendo...

Quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Alguns aspectos da relação entre a Física e a Matemática.


Desde a época de Galileu Galilei a Matemática e a Física exercem grande influência uma sobre a outra. Em certas ocasiões as necessidades da pesquisa em Física influencia ou provoca o aparecimento de novos campos de estudo na Matemática. Podemos citar como exemplo os trabalhos de Newton em Mecânica e o desenvolvimento do Cálculo Diferencial e Integral.

Em outras ocasiões ocorre o oposto. Neste caso são certos temas de estudos matemáticos que ganham relevância para Fisica. Veja o caso da Teoria da Relatividade e as Geometrias não Euclidianas.

Outro exemplo desta influencia mútua, esse bem mais antigo, inicia-se com os estudos, realizados por Apolônio, matemático grego de Alexandria. Apolônio reuniu...

Continue lendo...

Quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

A origem dos símbolos matemáticos


O termo Símbolo é uma palavra de origem grega e designa um objeto, uma imagem, uma marca ou uma outra palavra que representa, isto é, que está no lugar de um objeto, ideia ou conceito. Os símbolos são essenciais no processo de comunicação.

O pensamento humano é processado através de símbolos: as palavras de um determinado idioma, os símbolos religiosos (como a cruz dos cristãos, a estrela de Davi dos judeus ou a lua cresente dos mulçumanos) e as logomarcas das empresas e das instituições governamentais.

Nas ciências naturais e na matemaítica o uso dos símbolos é...

Continue lendo...

Domingo, 24 de dezembro de 2017

O planeta Vulcano, um exemplo de como a ciência evolui


Quando uma teoria física começa a apresentar falhas nas suas previsões ela deve ser imediatamente abandonada?

A mitologia sobre a ciência diz que sim. A história, no entanto, nos mostra que em situações desse tipo, os cientistas agem levados por motivações um pouco mais complexas. A procura pelo planeta VULCANO ocorrida no século XIX, por exemplo, ilustra bem a maneira como a ciência evolui e como os cientistas tomam suas decisões.

Em 1781, o astrônomo inglês William Herschel, após uma longa e sistemática busca, anuncia a descoberta do planeta URANO. Em seguida, teve início um intenso trabalho visando a determinação da órbita do novo planeta. Os astrônomos, porém, logo perceberam que a órbita apresentava desvios que...

Continue lendo...

Sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Os conselhos de Richard Feynman para uma aprendizagem eficiente


O físico norte-americano Richard Feynman, ganhador do Prênio Nobel de Física de 1965, visitou nosso pais em cinco ocasiões. Nessas visitas ele trabalhou no CBPF (Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas), lecionou na UFRJ para alunos de Física e Engenharia e se divertiu, desfilando nas Escolas de Samba, durante o carnaval carioca.

No encerramento de sua visita de 1952, Feynman foi convidado pela SBPC (Sociedade Brasileira Para o Progresso da Ciência), a proferir uma palestra para dar a conhecer as suas impressões sobre o estado do ensino de Física no Brasil. Esta palestra teve grande repercussão no meio universitário brasileiro.

Para se ter uma ideia consistente sobre esses eventos será útil ler o...

Continue lendo...

          
          
          
          
          
          
          
          
          

Pense nas perguntas.
As respostas são menos importantes.

          
          
          
          
          
          
          
          

Biblioteca


Repositório de textos (em PDF)


          
          
          
História da
Ciência
          
          
          
          
          
Sites
interessantes
          
          
          
          
Ensino de
Física
          
          
          
          
          
          

Acesso ao produto da dissertação

PPECM - 2014

Produto
          
          
          
          
Texto