Domingo, 10 de maio de 2015.

Físicos do Brasil - José Leite Lopes e César Lattes - Parte 02.

Até o início do século XX era consenso entre os físicos o modelo que considerava o átomo como um sistema solar em miniatura. Uma pequena parte central que carrega a maior parte da matéria do átomo, chamada núcleo, com carga elétrica positiva, e uma nuvem de elétrons, com carga elétrica negativa, ocupando o espaço em volta.

Esta estrutura é mantida unida pela ação da força Coulombiana. Como se sabe as cargas elétricas de sinais diferentes se atraem. Mas se é assim como os prótons, no núcleo, todos com carga positiva, se mantém unidos num espaço tão pequeno? Afinal, cargas elétricas de mesmo sinal se repelem.

Em 1935, o físico japonês Hideki Yukawa propôs a existência de um novo tipo de força fundamental na natureza, a força nuclear forte. Esta força age sobre os prótons e nêutrons mantendo-os unidos no núcleo dos átomos.

Em 1947, César Lattes (1924 - 2005) trabalhando em seu laboratório nos Andes (Bolívia) obtém registros das partículas originadas na interação dos raios cósmicos com a atmosfera. Em seguida, trabalhando na análise dos dados com  G. Occhialini e C. Power na Universidade de Bristol, descobre o píon, a partícula mediadora da força nuclear forte. Isto validou a proposta de Yukawa e deu o prêmio Nobel a C. Power.

Em 1948, em associação com Eugene Gardner e trabalhando no acelerador da Universidade da Califórnia, César Lattes participa da produção artificial do píon.

Assista agora aos dois últimos seguimentos do documentário sobre C. Lattes e Leite Lopes.



José Leite Lopes (1918 - 2006), ao contrário de César Lattes, um Físico Experimental, era um Físico teórico. Em um artigo de 1958, prediz a existência de bósons vetoriais neutros. Ele mostra que essas partículas, juntamente com bósons carregados, são os veículos de outra força fundamental da natureza: a força nuclear de interação fraca.

Nesse estudo ele também sugere a possibilidade da unificação da força eletromagnética com a força fraca. A unificação das quatro forças fundamentais foi o  último sonho de Einstein. A unificação Eletro - fraca seria alcançada somente na segunda metade do século XX.



Para mais informações sobre José Leite Lopes leia a página do CBPF (Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas) dedicada a ele. Para isto siga o link.

O prof José Leite Lopes além de Físico Teórico era pintor. Veja a fotografia de um dos seus trabalhos no topo da página. Para apreciar mais alguns dos seus quadros consulte a página do CBPF citada anteriormente.

Para assistir aos três primeiros seguimentos do documentário clique aqui.





Físicos citados no vídeo:





Informação via: Physics Act.

Vídeo: Canal Aprenda física, no Youtube.


Arquivo das postagens


19 de fevereiro - O Gerador...


20 de fevereiro - As partículas...


10 de março - A corrida para...


15 de março - A corrida para...


02 de abril - A gravitação no...


21 de abril - Mapas de todos...


01 de maio - Físicos do Brasil...


28 de maio - O conceito de ...


16 de junho - Princípio de fun...


28 de junho - Devagar com o...


12 de julho - Muito além da...


26 de julho - Meteorologia:...


15 de agosto - Afinal, o que é...


29 de agosto - Le grand K...


13 de setembro - As ondas est...


05 de outubro - O espectro...


01 de novembro - O trabalho humano...


22 de dezembro - A matéria escura...


Postagens de 2016


Postagens de 2017


Postagens de 2018