Domingo, 01 de novembro de 2015.

O trabalho humano não é mais necessário?

A palavra "robô" tem origem na palavra da língua tcheca "robota". É empregada com o significado mais comum de "trabalho escravo". Ela foi colocada em circulação a nível mundial pela peça teatral de Karel Capek, R.U.R, escrita em 1921. Na imagem ao lado vemos uma cena da versão desta peça para a televisão produzida pela BBC.

O impacto imediato da ideia dos robôs no imaginário coletivo sinaliza para a luta dos trabalhadores contra a eliminação dos postos de trabalhos causados pelo progresso tecnológico. Esta luta está presente entre nós desde a revolta dos "ludistas" contra as máquinas ocorrida na Inglaterra da revolução industrial.

No entanto, a verdade história é que as novidades tecnológicas sempre foram vencedoras e, em consequência disto, novas profissões aparecem e as velhas desaparecem ao longo do tempo.

Inseridos nesse mundo de mudanças estamos nós, professores de ciências da natureza no ensino médio, tentando preparar os jovens que estão às portas do mundo do trabalho. Quais conteúdos são relevantes? Quais assuntos devem ser tratados? Quais devem sair do currículo?

Não temos caminhos a sugerir. No entanto, gostaríamos de contribuir para essa discussão apresentado o vídeo abaixo, Humans need not apply, uma produção do canal CGP Grey no YouTube. O vídeo discute os desafios na revolução da informática e da robótica para o mundo do trabalho do futuro próximo. O mundo para o qual estamos tentando preparar os nossos alunos.



Se necessário, clique no botão "Legendas/CC" para acionar as legendas em português.




Até os dias atuais as inovações tecnológicas foram a causa da extinção de uma série de profissões. Por outro lado, fizeram nascer muitas outras. A tal ponto que se consolidou o pensamento de que qualquer resistência é inútil e. além disto, desnecessária.

O vídeo Humans need not apply coloca a questão: a revolução da informática e da robótica é do mesmo tipo das anteriores? Desta vez, como no passado, surgirão novas profissões que acabarão por estabilizar o mercado profissional?

Os autores do vídeo não defendem a posição contrária às inovações, mas argumentam que desta vez a revolução têm caracterísitca tão distintas das anteriores que o resultado pode não se repetir.

Esse tipo de questionamento é dirigido também a nós, professores do ensino médio. Qual tipo de modificação devemos introduzir para preparar melhor nossos alunos para esse admirável mundo novo?









Produção do vídeo Humans need not apply para o canal CGP Grey no YouTuBe. Visite o site e conheça as outras produções e projetos. Clique aqui.




Arquivo das postagens


19 de fevereiro - O Gerador...


20 de fevereiro - As partículas...


10 de março - A corrida para...


15 de março - A corrida para...


02 de abril - A gravitação no...


21 de abril - Mapas de todos...


01 de maio - Físicos do Brasil...


10 de maio - Físicos do Brasil ...


28 de maio - O conceito de ...


16 de junho - Princípio de fun...


28 de junho - Devagar com o...


12 de julho - Muito além da...


26 de julho - Meteorologia:...


15 de agosto - Afinal, o que é...


29 de agosto - Le grand K...


13 de setembro - As ondas est...


05 de outubro - O espectro...


22 de dezembro - A matéria escura...


Postagens de 2016


Postagens de 2017


Postagens de 2018